ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ateísmo e o fundamento da moralidade.


Uma abordagem ateísta frequente é a crítica ao caráter de Deus, que vem acompanhada de vários qualificativos negativos. Esta crítica é baseada em trechos bíblicos, especialmente do Antigo Testamento.

Em primeiro lugar, será que o ateu tem alguma base na qual sustentar sua crítica? O ateísmo não é relativista e situacionista? De fato o ateísmo, que se alicerça numa ética que varia de cultura para cultura e de época para época, não tem qualquer base para fazer uma crítica à Deus. Segundo o ateísmo o que é certo e errado varia de situação para situação e portanto o que for considerado melhor para a maioria da sociedade em uma determinada época é o que interessa, mesmo que seja a prática de atos intuitivamente reprováveis.

Em segundo lugar, será que a cosmovisão teísta tem base para estabelecer seu sistema de moral absoluta? Está evidente que a conduta moral apenas é considerada boa ou má se ordenada por um ser supremo, de outra maneira só haveria opiniões culturais mutuamente contradizentes. Um ato somente é qualificado como sendo moralmente bom ou mau se preceituado por um Legislador superior, de outra forma existiriam apenas opiniões mutuamente excludentes. Nenhum valor haveria em atos que estão sujeitos aos caprichos arbitrários de cada indivíduo,cidade ou nação, em vez de estar sujeito à base absoluta da moral.

Em resumo, o ateu e sua moral relativa não tem base para elaborar uma crítica ao caráter de Deus. Em contraste, o Cristianismo tem um fundamento para a moralidade.


FILOSOFIA E APOLOGÉTICA
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

2 comentários

  1. O abominável nas relações humanas, como a oficialidade da escravidão so se desfez a partir das decisões não religiosas,do consenso gerado pelas idéis iluministas,da Declaração dos Direitos Universais dos homens.O sistema escravagista prevaleceu por quatro séculos mantido por senhores cristãos juramentados,mas insensíveis diante do sofrimento impingidos por eles a seus semelhantes. A hipocrisia religiosa
    é repugnante.

    ResponderExcluir
  2. O ateísta pretende ser absoluto.
    Esta é a grande contradição do ateu:
    Realizar um juízo moral absoluto baseado em um parâmetro relativo.

    É claro que nem todos os ateus cometem o mesmo equívoco, mas isso não muda o fato da contradição de alguns.

    ResponderExcluir

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.