ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MEC irá distribuir Kit Gay para crianças de 7 a 10 anos com cenas de homossexualismo adolescente


Kit Gay para alunos conterá um DVD com uma história aonde um menino vai ao banheiro e quando entra um colega, se diz apaixonado pelo mesmo e assume sua homossexualidade

Ele ainda nem foi lançado oficialmente. Mas um conjunto de material didático destinado a combater a homofobia nas escolas públicas promete longa polêmica. Um convênio firmado entre o Ministério da Educação (MEC), com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), e a ONG Comunicação em Sexualidade (Ecos) produziu kit de material educativo composto de vídeos, boletins e cartilhas com abordagem do universo de adolescentes homossexuais que será distribuída para 6 mil escolas da rede pública em todo o país do programa Mais Educação.

Parte do que se pretende apresentar nas escolas foi exibida ontem em audiência na Comissão de Legislação Participativa, na Câmara. No vídeo intitulado Encontrando Bianca, um adolescente de aproximadamente 15 anos se apresenta como José Ricardo, nome dado pelo pai, que era fã de futebol. O garoto do filme, no entanto, aparece caracterizado como uma menina, como um exemplo de um travesti jovem. Em seu relato, o garoto conta que gosta de ser chamado de Bianca, pois é nome de sua atriz preferida e reclama que os professores insistem em chamá-lo de José Ricardo na hora da chamada.

O jovem travesti do filme aponta um dilema no momento de escolher o banheiro feminino em vez do masculino e simula flerte com um colega do sexo masculino ao dizer que superou o bullying causado pelo comportamento homofóbico na escola. Na versão feminina da peça audiovisual, o material educativo anti-homofobia mostra duas meninas namorando. O secretário de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do MEC, André Lázaro, afirma que o ministério teve dificuldades para decidir sobre manter ou tirar o beijo gay do filme. “Nós ficamos três meses discutindo um beijo lésbico na boca, até onde entrava a língua. Acabamos cortando o beijo”, afirmou o secretário durante a audiência.

O material produzido ainda não foi replicado pelo MEC. A licitação para produzir kit para as 6 mil escolas pode ocorrer ainda este ano, mas a previsão de as peças serem distribuídas em 2010 foi interrompida pelo calor do debate presidencial. A proposta, considerada inovadora, de levar às escolas públicas um recorte do universo homossexual jovem para iniciar dentro da rede de ensino debate sobre a homofobia esbarrou no discurso conservador dos dois principais candidatos à Presidência.

O secretário do MEC reconheceu a dificuldade de convencer as escolas a discutirem o tema e afirmou que o material é apenas complementar. “A gente já conseguiu impedir a discriminação em material didático, não conseguimos ainda que o material tivesse informações sobre o assunto. Tem um grau de tensão. Seria ilusório dizer que o MEC vai aceitar tudo. Não adianta produzir um material que é avançado para nós e a escola guardar.”

Apesar de a abordagem sobre o adolescente homossexual estar longe de ser consenso, o combate à homofobia é uma bandeira que o ministério e as secretarias estaduais de educação tentam encampar. Pesquisa realizada pelas ONGs Reprolatina e Pathfinder percorreram escolas de 11 capitais brasileiras para identificar o comportamento de alunos, professores e gestores em relação a jovens homossexuais. Escolas de Manaus, de Porto Velho, de Goiânia, de Cuiabá, do Rio, de São Paulo, de Natal, de Curitiba, de Porto Alegre, de Belo Horizonte e de Recife receberam os pesquisadores que fizeram 1.406 entrevistas.

O estudo mostrou quadro de tristeza, depressão, baixo rendimento escolar, evasão e suicídio entre os alunos gays, da 6ª à 9ª séries, vítimas de preconceito. “A pesquisa indica que, em diferente níveis, a homofobia é uma realidade entendida como normal. A menina negra é apontada como a representação mais vulnerável, mas nenhuma menina negra apanha do pai porque é pobre e negra”, compara Carlos Laudari, diretor da Pathfinder do Brasil.
Vídeo: Kit Gay do MEC é tema de discurso de Deputado Federal na Câmara
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

23 comentários

  1. Aos doze anos eu me relacionava com quatro meninos da minha escola.Minha mãe sabia e fingia que não sabia.Na escola em que eu estudava havia vários garotos gays e bissexuais e meninas lésbicas.É muita hipocrisia achar que a garotada de hoje não sabe dessas coisas.E esse deputado aí é hilário e uma vergonha para o país um sujeito desses ter um mandato de parlamentar.Deputados assim não são melhores que o Tiririca.

    ResponderExcluir
  2. Então temos que aceitar os ladrões,estupradores........ e outros pois de que me entrendo por gente eles estão ae fazendo isso.

    ResponderExcluir
  3. O kit não é essas coisas mas é necessário

    ResponderExcluir
  4. A nao acho muito certo, porque para crianças isso vai influenciar muito sobre a opiniao delas. Se a criança é Gay mesmo, os pais tem q ter o mínimo de senso perceber e aceitar.

    ResponderExcluir
  5. Boa colocação Letícia vc propós.Se crianças muito novas praticam,e gente sabe que muitos praticam entre elas,a homossexualidade gostaria de saber se por desventura morrerem antes de 18 anos eles iriam para o inferno pelo que dizem ou evangélicos ou....

    ResponderExcluir
  6. Eu acho certo abaixo o bullying gay.

    ResponderExcluir
  7. Algumas pessoas acham que a melhor maneira de manter um filho longe de ser gay é salutar e mesmo indispensável instigá-lo a ser homofóbico porque assim ele sempre pensará na inadmissibilidade e na desonra que constitui ser gay.Se adotarem outro modo negando a instigá-lo a ser homofóbico ele optará por ser gay.Absolutamente rídiculo ninguém obta por ser gay.É um delineamento tendencioso que começa a consolidar-se no período de desenvolvimento infantil da pessoa que determina sua orientação de libido hetero,homo ou bissexual e é multifatorial ou seja é resultante de uma soma de fatores e o preponderante seria o genético.

    ResponderExcluir
  8. O desejo sexual de uma pessoa independe da sua vontade.

    ResponderExcluir
  9. Jovens que manifestam interesse afetivo por pessoas do mesmo sexo sofrem descriminação na escola.Isso é fato.A campanha é necessária e importante.

    ResponderExcluir
  10. Queridinhos,crianças,pre-adolescentes e adolescentes gays não merecem a realidade dura e cruel a que estão expostos nas escolas e principalmente as públicas.O bullying homofóbico escolar é absurdamente forte.Alguém tem de pensar nos pobres coitados alunos perseguidos por causa dessa vergonha que é o preconceito e a descriminação de que são vítimas.É uma insanidade.
    Um dia,visitei uma escola,que nem era pública inclusive,para assistir a uma apresentação teatral dos alunos da referida escola.Fiquei estarrecido com a verdadeira generalização de um sentimento de descriminação homofóbica contra um dos atuantes da peça que era tido por homossexual por conta dos seus seus trajeitos afetados e nem mesmo os pais dos alunos e professores conseguiam disfarçar os risinhos de escárnio quando o infeliz garoto falava.Todos comentavam indiscretamente os ademanes efeminados daquele menino que nem doze anos tinha referindo-se a ele como veadinho.Um absurdo completo.Até a mim causou constrangimento aquela situação vexatória.Todos zombavam o garoto.
    Acho que as nossas escolas não estão preparadas para lidar com esse problema tão sério do bullying em todas as suas formas infelizmente.Penso particularmente que este kit não é lá essas coisas pois nem é tão didático e a forma como o problema é abordado é muito superficial mas que algo precisa ser feito sem dúvida.

    ResponderExcluir
  11. Que coisa triste são essas pessoas que comparam uma característica de personalidade de vocação sexual concernente a individualidade de uma pessoa com ladrões e estupradores que são criminosos.
    Hello...acorda pra vida homossexualidade não é crime.

    ResponderExcluir
  12. Compartilho da opinião que homofobia deva ser descutida nas escolas assim como muitos outros assuntos e temas.Pois só por meio da educação poderemos promover a inclusão e erradicar o preconceito.

    ResponderExcluir
  13. Os garotos da escola geralmente para afirmarem sua masculinidade perseguem os garotos gays e bissexuais ou diferentes de forma terrível.ISSO É SÉRIO tem de ser combatido.Queremos uma escola sem bullying e homofobia e todo tipo de estupidez e burrice.Queremos uma escola de gente civilizada.Esse kit já chega até tardiamente.E o conselho federal de psicologia cfp analisou e deu aval FAVORÁVEL ao material. PS FAVORÁVEL ou seja psicopedagica e didaticamente correto.Portanto, não é nada do que andam dizendo por aí sem conhecer o material.

    ResponderExcluir
  14. Sou mãe,criei meus filhos ensinando o caminho do senhor, como manda a palavra de Deus,e sei que não posso evitar que eles tenham contato com pessoas homossexuais,mas eles conhecem a verdade de Deus, e acho, ou melhor tenho certeza que eles saberão o melhor caminho.

    ResponderExcluir
  15. Não preciso falar muita coisa mas tem gente que é contra o kit sem ao menos conhecer o referido material .sem mais nada mas isso já diz tudo.Bando de manipuláveis marias vai com as outras.

    ResponderExcluir
  16. O ser humano é um animal intelectualizado que insiste em agir como irracional.Bullying é algo deplorável tem de ser combatido com rigor sim senhores.

    ResponderExcluir
  17. Bolsonaro infelizmente é o exemplo de parlamentar que temos no Brasil.Ignorante,despreparado,retrógado,omisso,pseudo-moralista,preconceituoso,fisiologista,lobbyista,descompromissado com a população inclusive seus eleitores e clientelista.
    Critica o kit mas não oferece nenhuma proposta melhor para resolver o problema que existe e é sério.Eu não gostaria nada nada de ver meu filho sendo vítima de chacota.Sendo apelidado de boiola,bicha ,viado e afins.Pelo amor de Deus, homofobia,principalmente nas escolas, é uma vergonha das mais escandalosas pois retrata o atraso do nosso país na minha opinião, aliás não só na minha opinião, mas dequalquer pessoa justa tem de ser combatida.

    ResponderExcluir
  18. Este motim da bancada parlamentar evangélica impetrando uma tresloucada,burlesca e famigerada campanha para tentar barrar o kit de combate a homofobia escolar que ganhou a pecha de kit gay é uma coisa totalmente despropositada.

    ResponderExcluir
  19. Big Bang,teoria de evolução,mutação genética e homossexualidade genética sendo uma condição histórica existente desde a origem da humanidade e presente entre irracionais são coisas que as religiões não suportam ouvir até doações de sangue algumas acham absurdos.No passado diziam que a terra era quadrada e queimavam quem ousava pensar diferente

    ResponderExcluir
  20. Sem nenhuma sombra de dúvida e sem exultações de uma personalidade em detrimento de uma outra deve haver o mais amplo e abrangente debate de valores éticos,morais,cívicos,filosóficos e existenciais de uma forma que transceda o currículo educacional e atinja o ambiente de somatização escola-família no enfrentamento de questões sérias como os pré-julgamentos.Nessa campanha não só vem a baila as implicações negativas de uma conduta reprovável e deplorável como o ato de preconceituar os diferentes mas principalmente a necessidade de se construir uma ponte entre os alunos que são vitimados pela discriminação e bullying mas seus ofensores numa tentativa de construção de uma realidade fraternal.

    ResponderExcluir
  21. Vcs não foram crianças,pré-adolescentes ou adolescentes gays.Isso não foi algo presente em vcs nem suas vidas.Vcs falseiam quando brincam com alguém por ser diferente de vcs e aí acham lindo e louvável incentivar seus filhos a discriminar seus colegas homossexuais da escola pensando que devem por isso ser punidos com severidade e desamor pelos seus pais e pela igreja pois só o bullying é pouco.Vcs nunca foram perseguidos ou ridicularizados por isso porque vcs não eram nunca foram gays então logicamente não sabem o que é isso e como um jovem gay se sente.Vcs nunca foram perseguidos por razões de homossexualidade.Vcs nunca sentiram-se solitários ou vulneráveis e desprotegidos e nunca foram maltratados ou descriminados e consequentemente não sabem o que vem a ser esse terrível sofrimento e sentimento de rejeição e exclusão que quase todos os adolescentes homossexuais e outros sentem os anos de escola.

    ResponderExcluir
  22. Nasci com olhos verdes e tenho certeza que nasce gay ou com o fator que desencadeia a homossexualidade como muitos dizem.Algumas pessoas insistem em dizer que isso é uma opção mas garanto que não é.

    ResponderExcluir
  23. Ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém por quaisquer motivos muito menos ainda por motivos de sexualidade uma coisa tão pequena e peculiar a cada um.Por isso mesmo com ressalvas, apoio o kit para que jovens de hoje que são instruídos nestas escolas hostis aos diferentes não se tornem no futuro agressores de pessoas por causa da sua orientação sexual.Abaixo a homofobia e os gay haters.

    ResponderExcluir

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.