ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Lutador de vale-tudo, Vitor Belfort conta seu testemunho e como se tornou evangélico



Lutador do Ultimate Fighting Championship (Campeonato Combate Final-UFC), Vitor Belfort, compartilhou em um novo vídeo do ministério “I Am Second” que não foi dor física, mas o trauma emocional que o ajudou a encontrar Deus.

O brasileiro Belfort, que está agendado para lutar com o atual campeão Anderson Silva pelo cinturão de Campeão de Peso Médio do UFC em 05 de fevereiro, lembrou o ano que mudou sua vida para sempre no vídeo do ministério.

O campeão do UFC compartilhou que ele não se converteu a Deus, mesmo quando ele sofreu uma lesão no pescoço com a idade de 20 que ameaçou acabar com sua carreira. Mas foi a dor e a angústia de perder sua irmã que o levou a Cristo.

Em 2004, ele conquistou o título de Campeão Peso Médio Leve do UFC. Mas nesse mesmo ano, ele recebeu a notícia devastadora de que sua irmã foi raptada no Brasil depois que sua mãe a deixou no local de trabalho. A família nunca encontrou o corpo dela, mas ouviu histórias de que mais de 20 homens a estupraram e mataram na favela.


“Nós temos palavras para se você perdeu o seu marido, você é uma viúva, se você perdeu seu pai, você é um órfão, mas se você perdeu seu filho, eles não têm um nome para isso. Isso é muito doloroso que eles não têm um nome para isso,” disse Belfort.

Em meio à raiva e amargura, pensamentos de vingança, o consumiu. Buscando uma maneira de amenizar sua dor, Belfort começou a orar. Foi através da oração que ele ouviu a voz de Deus: “Filho, não importa como você olha, como você pensa sobre sua vida, sua irmã me pertencia.”

Foi nesse momento que Belfort disse que percebeu pela primeira vez a realidade de Deus.

“Acho que há duas maneiras de se chegar a Deus, pelo amor ou pela dor. A minha foi através da dor,” afirmou Belfort.

Agora, seu coração está em paz e seu relacionamento com sua família e Deus é bom, compartilhou ele.

“Eu posso ver agora que através dessa tribulação, eu sou um novo homem. Eu sou um homem forte. Eu tenho amadurecido,” disse Belfort. “Eu não sou perfeito. Eu ainda luto com muitas coisas, mas é um processo. Eu estou no meio do processo e a cada dia eu tento provar a mim mesmo para que eu possa lutar por esse processo, que nunca termina.”

Belfort disse que ele é frequentemente questionado sobre como ele pode participar de um esporte tão violento e ainda servir a Deus. Sua resposta é que futebol americano e hóquei também são violentos.

“Todo mundo é um lutador,” disse ele.

Belfort ganhou 19 de suas 27 lutas no UFC e foi classificado no top 10 nas divisões de peso pesado leve e peso médio.

O movimento I Am SeSecond (Eu Sou Segundo), fundado pelo Ministério e3 Partners, busca conectar aqueles que procuram as respostas para as questões da vida com os depoimentos da vida real de pessoas que encontraram respostas em Jesus Cristo. Pessoas que compartilham suas histórias através de vídeos talk abertamente sobre várias lutas, que vão desde toxicodependência, e como eles encontraram uma vida plena em Cristo.

Personagens que foram apresentados nos vídeos incluem o ex-membro da banda Korn Brian “Head” Welch, estrela de futebol americano da NFL, Bradie James, o ex-governador de Arkansas Mike Huckabee, vencedor do Grammy Michael W. Smith, músico e ex-treinador da NFL Tony Dungy.
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.