ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Afegãos matam 12 pessoas em protesto ao pastor que queimou o Alcorão


Em protesto pela queima do Alcorão nos Estados Unidos manifestantes iraquianos invadiram o prédio da ONU nessa sexta-feira e mataram 12 pessoas.

A ação aconteceu na cidade de Mazar-i-Sharif quando um grupo de afegãos resolveu reagir contra a atitude do pastor Terry Jones que queimou um exemplar do Alcorão durante o culto do dia 21 de março. A atitude do pastor queria condenar o livro sagrado dos mulçumanos como punição pela morte de centenas de pessoas no dia 11 de setembro de 2001.

Revoltados com o que o pastor fez, o grupo invadiu o prédio da Organização das Nações Unidas, retirou os guardas do complexo, escalou paredes e derrubou uma torre de vigilância. Dois dos estrangeiros mortos foram decapitados, mas apesar da violência nenhum nacional afegão ficou ferido.

Um porta-voz da ONU disse que o ataque não fará com que a entidade deixe o Afeganistão. “Nós precisamos garantir a segurança de nossos colegas em Mazar-i-Sharif. Não é uma questão de sair. A ONU está aqui para ficar”, disse Kieran Dwyer.

O principal diplomata da ONU no Afeganistão, Staffan De Mistura, viajou para Mazar-i-Sharif para cuidar pessoalmente da situação. O russo que chefia a missão na cidade, Pavel Yershov, foi ferido no ataque e está hospitalizado, segundo a TV estatal da Rússia.

Também houve manifestações contra o ato do pastor em outras cidades. Em Heart, no oeste afegão, milhares de pessoas saíram às ruas e outras cerca de 200 em Cabul, mas não houve violência nessas manifestações.
O Estadão 
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.