Uma Questão de Escolha!

05 maio 20110 comentários




“Vê que proponho hoje, hoje, a vida e o bem, a morte e o mal;.” Deuteronômio 30:15

A nossa vida é repleta de escolhas, sejam elas supérfluas ou fundamentais. Temos que escolher uma profissão, um lugar para morar, e o momento adequado de se formar uma família, por exemplo. Uma decisão tomada de maneira equivocada irá influenciar negativamente a nossa vida, já uma decisão correta, acarretará paz e segurança. Dessa forma, é imprescindível que cada um de nós estejamos convictos de que a resolução tomada é a melhor.
O versículo citado acima vai indicar que o povo de Israel teve que tomar decisões que influenciaram grandemente em seu presente e em seu futuro. O momento em que esse povo estava vivendo era de transição para uma nova vida. Eles haviam sido libertos da escravidão para serem conduzidos a uma terra que Deus havia prometido a eles. Esse momento de transição, portanto, estava acontecendo para que os filhos de Israel pudessem se estabelecer como nação e experimentar o cuidado, a felicidade e a bênção que somente o Senhor poderia proporcionar. Assim como esse povo, todos nós somos responsáveis pelas escolhas que fizermos e o objetivo de Deus é que a nossa decisão seja a de escolher a Ele e à salvação que está somente em Cristo Jesus.
Nesse capítulo de Deuteronômio, também podemos observar claramente que o sucesso ou o fracasso do povo na terra prometida estava relacionado à escolha a ser feita. A preferência pela vida era a garantia das bênçãos divinas sobre o seu povo. Tais bênçãos significavam (e ainda significam) prosperidade, abundância, paz e segurança mesmo em meio às adversidades. A partir do momento em que escolhemos ao Senhor, seu cuidado é garantido, mas nada nos isenta das lutas e das batalhas a serem enfrentadas. No entanto, Cristo sempre nos conduzirá em triunfo! Ao entrar na terra prometida, os israelitas travaram várias batalhas e enfrentaram muitos inimigos, mas Deus sempre supriu as suas necessidades e nunca os desamparou. E da mesma forma acontece conosco: Ele não nos desampara, sempre nos cercando com a sua graça e a sua misericórdia, dia após dia.

Um fato importante é que no versículo 20 “amando o Senhor teu Deus, dando ouvidos à sua voz e apegando-se a ele; pois disto depende tua vida e tua longevidade;” observamos que quando se toma uma decisão acertada, é importante que tal opção seja demonstrada nos feitos da vida. E de que forma isso acontece? Em primeiro lugar, uma evidência da opção acertada é o amor incondicional a Deus. Ou seja, a escolha pela vida está relacionada a um amor incondicional a Deus. Esse amor transpõe, informa e modifica a consciência (aqui o coração), o ser (alma) e a ação (força). Deve constituir o objeto primeiro e contínuo de toda a educação de nossos filhos em todos os momentos. Esse amor deve dirigir a nossa ação e as nossas intenções, sendo vivenciado em família e em sociedade. Outra evidência é a obediência à Palavra de Deus. O amor ao Senhor conduz à obediência.  
A própria Bíblia afirma que aquele que diz amar a Deus, mas não o obedece é um mentiroso. Por fim, a versículo 20 mencionar o apegar-se a Deus, o que significa não afastar-se dele, tendo intimidade e comunhão. Devemos priorizar ao Senhor em todos os aspectos da nossa vida.
Portanto, diante de uma série de opções e escolhas, que possamos decidir servir ao Senhor e andar nos seus caminhos, pois ele nos ama e tem cuidado de nós!


Claudia Duarte / Blog do Lucas
Compartilhe :
Comentários
0 Comentários

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.

 
Copyright © 2012. Blog do Lucas ! - Todos Direitos Reservados
Design Lucas Porto