ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Não te envolvas com Jesus!


“...Não te envolvas com este justo...” – Mateus 27.19

Não te envolvas com este Justo” foi o recado que Pilatos recebeu de sua mulher, quando julgava a causa de Jesus. Jesus havia feito muitos milagres, Sua fama ultrapassava as fronteiras de Israel e multidões O acompanhavam. Manifestações populares representavam perigo político. Naqueles dias os Romanos dominavam os povos e Pilatos era o Governador da Palestina, um homem de confiança de César, o Imperador.
Este Governador tinha em suas mãos procuração e autoridade para julgar, para decidir sobre prisão ou soltura de alguém, até mesmo, se deveria viver ou morrer. Em um determinado momento de sua vida trouxeram Jesus, o homem mais popular da região, e a exigência dos líderes locais era a pena capital, a morte. Na primeira instância a inocência foi admitida, porém houve discordância e a pressão aumentou. Em meio a este tumultuado julgamento recebeu o recado da esposa “Não te envolvas....”. Mas é possível um ser humano não se envolver com Jesus? A resposta é não. Ou estamos envolvidos em perspectiva negativa ou positiva.
Características negativas:
Incredulidade. Não pelo fato de se declarar ateu, mas as atitudes demonstram que a história de Jesus em sua vida, não passa de uma estória. Quem sabe mais uma fábula, um conto de fadas. Um personagem folclórico como dos três porquinhos, dos sete anões, do pinóquio, etc.
Indiferença. Acorda, levanta, trabalha, conversa sobre tudo, estuda, lê, assiste vários programas de televisão e nada de Jesus. Na sua agenda pessoal ou devocional não consta Deus.
Pecado. Pecado é transgressão deliberada da vontade Divina. É usar a vida, Dom de Deus, contra Deus. É quando o “eu” é mais forte que Deus. É tomar o caminho contrário dos eternos preceitos.
Características positivas:
. Fé é a declaração suprema de querer a vida eterna. Este sentimento leva a uma entrega total. Não pode ser explicada, mas vivida, sentida. Começa no interior e culmina em ações.
Obediência. Esta atitude nada mais é que a valorização do sacrifício que Jesus fez na cruz, quando morreu pelos pecados da humanidade e depois ressuscitou. Só tem valor quando é em resposta à graça, ao amor.
Divino. Quando é para se santificar e não para comprar o Céu.
Amor. O fim de tudo é o amor. Vem do céu, permeia nossa existência e nosso mundo, e volta para Deus. É eterno e indispensável em qualquer relacionamento. Transcende o tempo e o espaço. É a síntese da vida e de Cristo.


Pr. Elias Alves Ferreira / Sou da Promessa / Blog do Lucas
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.