ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O QUE É SER A IGREJA DE CRISTO? Part01

PRECISAMOS ENTENDER O QUE É SER A IGREJA DE CRISTO

“A igreja não é um clube de iates, mas uma frota de barcos de pesca”.
Anônimo
A palavra “igreja” vem do grego ekklesia e é uma combinação de kaleo (“chamar”) com ek (“para fora de”). Portanto, o verbo composto significa “chamar para fora de“ e sua forma substantiva deveria significar “os que foram chamados”.
O uso no Novo Testamento mostra que deveria significar mais freqüentemente “os que foram chamados”. Refere-se a edificação do corpo de uma assembléia das pessoas que estão relacionadas com Cristo e, em obediência a ele, chamam outras pessoas para se distanciarem do mundo, virem para perto d’Ele e estarem totalmente fundamentadas nos ensinamentos e modo de Jesus.

ENTENDENDO O QUE É SER IGREJA

O que é uma igreja? Atualmente se pensa mais freqüentemente nas coisas de acordo com a definição dos seus propósitos e nem tanto pela natureza delas. É extremamente importante que nós entendamos a igreja pela sua função. Qual é o seu propósito? O que acontece com uma igreja local quando perde o contato com a sua razão de ser? George W. Peters disse: “A igreja é uma criação com propósito em Cristo Jesus; ela é o corpo de Cristo (a manifestação visível d’Ele) e o templo do Espírito Santo. Ela foi criada no dia de pentecostes para servir como o instrumento do Espírito Santo, para a realização do propósito de Deus no mundo”.

ENTENDENDO COMO OS IRMÃOS PRIMITIVOS ENTENDIAM

Jesus usou esta palavra pela primeira vez no Novo Testamento, em Mateus 16:18, quando disse, “... sobre esta pedra edificarei a minha igreja...” Embora essa tenha sido a primeira de três únicas menções do termo ekklesia nos evangelhos, ele é usado mais de 100 vezes no Novo Testamento (24 vezes só em atos). O primeiro uso da palavra em Atos aparece no capítulo 2 versículo 47, relacionada com o evangelismo diário.

A igreja do Novo Testamento, como é vista no livro de Atos, levou a sério as últimas instruções de Jesus aos seus discípulos antes da sua ascensão. A ordem dele aos novos discípulos foi evangelizar o mundo . Stanley Horton afirma muito corretamente: “esta tarefa de evangelização ainda é uma parte imperativa da missão da igreja: A igreja é chamada para ser uma comunidade evangelizadora”. A igreja primitiva percebia que sua identidade estava comprometida em ministrar para o mundo. Esta declaração de quem Jesus é, do que ele fez e do que ele está fazendo agora, é a própria essência da pregação bíblica. Não podemos fugir do fato de que, ao fazer esta declaração, o crente é levado ao trabalho de proclamar essa verdade divina ao mundo inteiro.

Como disse Charles Van Engen: “Nós não podemos confessar que Jesus é o Senhor sem ao mesmo tempo proclamar a Sua soberania sobre todas as nações”. Richard C. Halverson disse: “Parece que a evangelização nunca foi um ‘problema’ no Novo Testamento. Isso quer dizer que não encontramos os apóstolos recomendando, exortando, repreendendo, planejando e organizando programas evangelísticos... A evangelização acontecia! Emanando sem esforços da comunidade de crentes como a luz emana do sol, era automática, espontânea, contínua e contagiante”.

« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.