ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ATUALIZADO

Aconteçe

MUSICA

Coberturas

MÚSICA

Advertise Space

https://www.facebook.com/otica.bella.rn

Mensagens de Edificação

Café com Fé

Sobre Música

ÚLTIMAS PUBLICAÇÕES

Alô Povo de Deus  Macaíba . Pra você que ama louvar a Deus e gosta de SORVETE  tem sorvetada dia 17/03 na @ad.bom_refugio_macaiba vai ser uma benção não percacm e leve seus amigos . #pisadasanta #agenda #botoFé #louvorzao 



A igreja de de cristo de boa esperança com a parceria com o LOUVA RN TV "A TV QUE O POVO GOSTA", Canal 23.1, TV Metropolitano, tem o Programa UMA VIDA COM DEUS, Apresentação Pr. JOEL Medeiros nosso presidente do campo da ICBE e do apresentador Pr. Marcos Martins ,teremos muitas novidades em breve no programa, na Direção Geral: Joilsom Paz 




#ACONTECEPARNAMIRIM A primeira igreja batista de Parnamirim RN prepara neste DOMINGO 25 02 18 um Café da Manhã, Bate Papo Missionário e Abertura da Campanha de Missões Mundiais 2018 da JMM. 

Com o tema Apocalipse 3:8, o Conjunto Nova Vida, da Igreja Metodista em Monte Castelo, comemora seu 9º aniversário. A Palavra será trazida por Alba Nascimento 

#ACONTECENATAL Comunidade Cristã Videira - Natal VEM COM NOVIDADES em MARÇO os cultos serão também na via costeira próxima semana eu coloco o vídeo do local 

Vejamos uma abordagem bíblica sobre o que é a inveja e como ela é apresentada nas Escrituras Sagradas.
1.       Obra da carne – Gálatas 5: 19-21. 19 – “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, 20 - Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, 21 - Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”.
Enquanto escrevia este texto, recebi uma ligação telefônica de um amigo baiano. Tratava-se do pastor Vanderlei, presidente da Assembleia de Deus em Cafarnaum - BA. O motivo da ligação era a sua busca por meus dados pessoais para emissão de bilhetes aéreos, a fim de eu pudesse atendê-lo na pregação de um congresso juvenil, para o qual estava agendado. Durante a conversa compartilhei que estava escrevendo sobre a inveja. Nesta ocasião ele falou a seguinte frase: “é um mal do qual ninguém jamais escapou”. Neste momento fiquei chocado e tive que concordar que cada um de nós já fomos vitimados por ela ou demos lugar a esse tipo de carnalidade. É exatamente isso. Uma obra da carne.
Desde que Adão pecou contra Deus e contraiu a natureza do pecado, toda a sua descendência ficou afetada por essa natureza decadente e, portanto inclinada para o pecado.
As obras da carne têm uma funcionalidade bem própria. Elas têm potencialidade dentro de nós, isto é, há em nossa natureza caída, algo chamado por Tiago de “própria concupiscência” (Tiago 1: 14), a qual quando se correspondente com a tentação externa gera quase sempre a prática do pecado.
Assim as obras da carne que são citadas por Paulo em Gálatas 5: 19 – 21 estão potencialmente preparadas para serem produzidas por aqueles que não andarem em Espírito. A orientação do apóstolo a esse respeito é “andai em Espirito e não cumprireis a concupiscência da carne” (Gálatas 5: 16).
Quando o mesmo apostolo escreveu aos Coríntios em sua primeira epistola, capitulo três e versículo três, disse que a prática da inveja é um forte indicativo de um homem carnal. Veja: “Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?”
Quando descuidamos do cultivo devocional para uma vida cristã, a carnalidade impera em nosso cotidiano, resultando numa fragilização, quanto a resistência ao pecado.
Posso entender também, que quanto melhor estiver o meu nível de espiritualidade, menos vulnerável estarei aos ataques externos das tentações e mais controlado estará meu ser. Logo os que estão em Cristo Jesus crucificaram a carne, e também não se deixarão possuir de vanglória, provocando uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.
Quando estamos fortalecidos no espirito, a concupiscência correspondente dentro de nós, não é latente ao ponto de nos vitimar quanto a prática do pecado em questão. No entanto se não crucificarmos a carne com as suas paixões e concupiscências, também não estaremos em Cristo e a vida espiritual estará caminhando para um fracasso fatal, o qual é o próximo estágio da pratica da inveja, que é a podridão dos ossos.
2.                 A podridão dos ossos – Provérbios 14:30 – “O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos”.
“A inveja é a podridão dos ossos”. Essa expressão é própria do sábio Salomão. Mas o que poderíamos deduzir dessa forte declaração, ao analisarmos a funcionalidade dos ossos?
Ao conversar com o reverendo Elinaldo Renovato de Lima sobre o texto sagrado supracitado, ele me esclareceu que como a inveja causa uma tensão emocional, ela contribui para desregular o sistema endócrino, ou das glândulas que produzem hormônios. E esse descontrole hormonal apressa a osteoporose. Disse ele também que há pessoas de pouca idade, que já sofrem desse problema, que é próprio da velhice. Por isso a Bíblia tem razão quando diz que a inveja desequilibra o funcionamento do corpo, causando males até nos ossos.
Mas o que poderíamos deduzir da forte declaração salomonica sobre a inveja, ao analisarmos a funcionalidade dos ossos?
Uma das importantes finalidades do esqueleto humano é estrutural. Comumente, quando se realiza uma construção se faz necessário preparar a parte estrutural, incluindo bases e colunas para que se edifique com segurança.
Quando Deus planejou o ser humano, também elaborou cuidadosamente um projeto que possibilitasse segurança ao corpo. Dentre os elementos da estrutura do nosso corpo, estão especialmente, os ossos. Caso eles se tornem podres, o corpo não terá sustentação. Assim quem quiser fragilizar um corpo, basta investir contra os ossos.
O adversário de nossas almas e da obra de Deus sabe muito bem a maneira de despertar, em mentes incautas, o sentimento da inveja e em consequência, praticas danosas que surgem a partir dela.
Quando alguém é dominado pela inveja, chegou ao deplorável estagio da “podridão dos ossos”. Se os ossos estivem podres, qualquer embate contra o corpo o derrubará. Aqui está um dos grandes riscos a que a pratica da inveja submete ao invejoso.
A inveja fragiliza. Algumas pessoas ao receberem pequenos ataques do mal, caem de imediato. Eu só posso acreditar que estas vítimas já se encontravam fragilizadas.
No estágio de “podridão dos ossos”, basta apenas um comentário a respeito de alguém, para que o invejoso se pronuncie com acusações infundadas, com palavras agressivas, injurias, declarações desagradáveis ou no mínimo desapropriadas para o momento. Daí vem o mal estar e a repercussão negativa a respeito deste alguém. Em seguida surge discursões, intrigas, pelejas e até casos policiais.  Os desdobramentos acima citados são facilmente produzidos a partir de um coração cheio de inveja.
Quantas amizades foram destruídas pela calunia e fofoca de pessoas que de forma irresponsavel, semearam a contenda e a má impressão em corações de pessoas de primeira informação? Sem sombra de dúvida a calunia, a fofoca e a mentira são pecados praticados pela motivação da inveja.
Casamentos já foram destruídos porque o invejoso não suportou ver alguém viver um lindo romance e quis um dos cônjuges para si. É a terrível inveja que promove a derrocada através da trama da sedução, e que opera a traição, a qual é gerada no “ventre” da inveja.
É a inveja que enfraquece o homem interior e o deixa combalido diante de qualquer ataque maligno, o qual levará o alvejado do Diabo à queda.
Já que a inveja é a podridão dos ossos, qualquer indivíduo dominado por ela, fracassará mediante o mais simples ataque que se faça. Veja a seguir como o dominado por este mal, cai. 

A inveja de muitos anuncia o merecimento de alguns. 
Marquês de Maricá
Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar. 
Friedrich Nietzsche
É tão natural destruir o que não se pode possuir, negar o que não se compreende, insultar o que se inveja. 
Honoré de Balzac
#ACONTECENATAL 
CHÁ MULHERES DE FÉ EM AÇÃO VALOR: 40,00 HORA: 15H LOCAL: ATRIOS RECEPÇÕES



#ACONTECENATAL
3 dias de bênçãos derramadas sobre tua vida! Deus com certeza tem um grande chamado pra tua vida, és escolhido. Congresso IBSEC 2018 Igreja Batista Ministério Segunda Chance



#ACONTECENISIAFLORESTA 
O Revolucionatos é um acampamento de jovens realizado pela juventude da Igreja Batista Cidade Jardim e tem o objetivo de fazer com que os jovens de Natal e cidades próximas se conheçam, criem relacionamentos, se divirtam e tenha bons momentos de crescimento. A programação para o feriado da semana santa está incrível e você é nosso convidado para desfrutar desses dias maravilhosos na lagoa do bonfim. (Faça sua inscrição no site ibcj.com.br)
O novo CD de Cassiane está chegando com tudo para o início de 2018. E foi postado nas redes sociais o título do disco e todas as faixas com seus respectivos compositores, confira:

Tem que ser pequeno - Anderson Freire 
Arma Secreta - Cláudio Louvor 
Viveu por me amar - Tony Ricardo 
Oração de verdade - Pr Lucas 
Quando você me adora - Gislaine e Mylena 
Deixa o céu descer - Dimael Kharrara 
Ele vai passar - Jonathan Paes 
Lugar da tua presença - Tony Ricardo 
Nível do Céu - George de Paula 
 Até teus braços - J.A 
O céu vai revelar - Patrick Mendes 
O leão e o cordeiro - Rogério Jr 

Esse é o repertório com compositores variados que já não víamos Cassiane fazer a vários CDs. Se repararem bem não tem compositores repetidos, com exceção de Tony Ricardo que assina duas faixas. Dá pra perceber que Cassiane teve muito trabalho pra fechar o repertório!



Blog do Lucas a convite da direção do Rhema Mossoró, estivemos na aula aberta com o Professor Sérginho Brito de Juazeiro/BA.

A aula teve como tema "Fundamentos da fé" onde o professor explanou bem os aspectos da fé em nossa vida principalmente em nosso dia dia.

Conheça mais sobre o Rhema AQUI

Conheçam também a sede em Mossoró.


Confiram algumas imagens do evento:

Culto no Rhema com Serginho Brito
ENTENDENDO A IGREJA A LUZ DE SUA MISSÃO

Depois dos primeiros dois séculos, a igreja se afastou de sua identidade original como corpo orientado para missões. Posteriormente Deus tornou a acionar o Seu povo. Neste penúltimo e último século a igreja redescobriu seu propósito. Dois impulsos novos estão ajudando a igreja a recuperar sua imagem original: Primeiro, os centros de influência mais novos são as grandes igrejas e as organizações de pastores e líderes. Muitas das Igrejas de hoje estão trazendo de volta missões e evangelismo para o centro dos seus trabalhos. Algumas Igrejas se renderam a modernidade e focalizaram somente as camadas mais abastadas da população. Construíram congregações enormes através de técnicas de “marketing” comercial. Porém existe uma Igreja autêntica que não se retira da modernidade, mas envia seus membros para transformar a modernidade e chamar as pessoas para Cristo. Muitas congregações grandes se desenvolveram ao redor do evangelismo de missões mundiais.
O segundo impulso significativo para a volta da igreja à sua identidade original é o grande número de congregações menores, nascidas do evangelismo e que permanecem com sua intenção voltada para fora. Essas igrejas têm enviado equipes missionárias de curta duração em números crescentes durante as últimas quatro décadas. Tais Igrejas estão descobrindo que essas atividades despertam interesse e uma sensação de realização em seus membros, ao mesmo tempo tornando o testemunho deles mais acreditável no meio de suas próprias comunidades locais. Os membros cooperam mais fielmente e estão dispostos a dar mais sacrificialmente, quando eles vêem suas igrejas envolvidas com missões locais e mundiais. O entusiasmo e compromisso se tornam mais aparente quando os membros participam do processo e das equipes missionárias efetivamente.
O enfoque em missões mundiais confere maior autenticidade e identificação da igreja primitiva em relação à igreja de hoje. Através da morte e ressurreição de Cristo a igreja nasceu e foi habilitada a levar a mensagem dele ao mundo: O EVANGELHO. O Evangelho do Senhor Jesus Cristo proclama a redenção do ser humano, através da restauração pela obra vicária de Jesus no Calvário.

ENTENDENDO A IGREJA A LUZ DA SUA MENSAGEM

Somente seremos a verdadeira Igreja se participarmos de eventos onde Cristo estiver operando. Esse conceito teológico vem expressado no termo latino “Ubi Christus – Ibi ecclesia”. A organização que se auto-intitula Igreja, mas que se concentra principalmente em atividades para o seu próprio benefício, ignorando o trabalho de Cristo em evangelização, não pode ser uma verdadeira Igreja. A verdadeira Igreja existe para missões locais e mundiais. Deverá estar envolvida no trabalho de ir, batizar e ensinar o processo necessário para fazer discípulos em todos as nações. A palavra “discípulos” significa aprendizes, e implica que há algo a se aprender. O assunto da aprendizagem é o Evangelho de Cristo.
Significa dizer que a igreja deverá trazer uma comunidade cada vez maior para o círculo do amor de Deus através da mensagem do Evangelho; trazer pessoas para adoração, comunhão, e ministério. Tudo o que a igreja de Deus precisa ser e fazer no mundo deve ser arraigada no caráter e no propósito de Deus, e isto só poderá ser verdade na medida em que se entenda que o propósito de Deus tem como alvo o mundo. Sua mensagem dá à sua razão de ser e, portanto, o trabalho de alcançar o mundo com o Evangelho nunca será uma atividade opcional. Muitas atividades agora consideradas indispensáveis para igrejas ocidentais, na verdade são opcionais e não existiam na igreja primitiva.
“Para os primeiros cristãos, a evangelização não era algo que eles isolavam das outras áreas da vida cristã a fim de nela se especializar, para analisá-la, teorizá-la e organizá-la. Eles simplesmente a praticavam!” Roy Joslin

COBERTURAS

Ads Place 970 X 90

AD MADUREIRA

ASSEMBLEIA DE DEUS

Mossoró