Criação: verdade ou mito?

28 fevereiro 20116comentários





Richard Dawkins escreveu recentemente um livro insolente, cujo título é: Deus, um delírio. O propósito deste proclamado autor é ridicularizar a fé cristã e negar acintosamente a criação. Em breve, porém, tanto Richard Dawkins quanto sua obra estarão cobertos de poeira e Deus estará, como sempre esteve, imperturbavelmente assentado em seu trono de glória. Nenhuma doutrina é mais combatida atualmente do que a verdade exposta em Gênesis 1.1: “No princípio criou Deus os céus e a terra”. De onde veio o universo? Para responder a essa questão, várias teorias foram criadas:


1. A teoria da geração espontânea - A teoria da geração espontânea diz que o universo deu a luz a si mesmo. Não houve um criador nem uma causa primeira. Essa posição pode ser sintetizada na seguinte sentença: “Ninguém vezes nada é igual a tudo”. A ciência prova que o universo é formado de massa e energia. Também a ciência atesta que o universo é governado por leis. Sabemos que massa e energia não criam leis nem as leis criam a si mesmas. Logo, as leis foram criadas. Por quem? Pelo acaso? A resposta está na Bíblia: “No princípio criou Deus os céus e a terra”. Se é inimaginável para nós ver um relógio sem pensar que um relojoeiro o fez. Se é impossível para nós ver uma casa sem pensar que um pedreiro a construiu. Muito mais estonteante é pensar que esse vasto universo surgiu espontaneamente.

2. A teoria da explosão (Big Bang) - A teoria do Big Bang diz que o universo surgiu de uma gigantesca explosão cósmica. A pergunta é: Será que o caos pode gerar o cosmos? Será que a desordem pode gerar a ordem? Será que uma colossal explosão pode gerar um universo com leis, movimentos, harmonia e propósito? Seria mais fácil acreditar que se jogássemos para o ar milhões de letras, elas cairiam na forma de uma enciclopédia. Seria mais fácil acreditar que se lançássemos uma bomba atômica numa região, levantar-se-ia dessa poeira uma cidade com praças e jardins. A desordem não produz ordem nem o caos produz o cosmos. Os astrônomos chegam a dizer que o diâmetro do universo deve chegar a 10 bilhões de anos-luz. A velocidade da luz é 300 mil quilômetros por segundo. Sendo assim, se tomássemos uma nave espacial percorrendo a fantástica velocidade de 300 mil quilômetros por segundo, gastaríamos 10 bilhões de anos para ir de um extremo ao outro. Será que uma gigantesca explosão produziu esse vasto universo governado por leis? Sabemos que a terra é o lugar adequado para nossa sobrevivência. Seria isso produto do acaso ou de uma explosão? Se estivéssemos mais pertos do sol, seríamos queimados; se estivéssemos mais longe, morreríamos congelados. Precisaríamos mais fé, para aceitarmos a teoria da explosão como origem do universo do que crer que, no princípio criou Deus os céus e a terra.

3. A teoria da evolução das espécies - Charles Darwin em 1859 lançou em Londres o livro Origem das Espécies. Esse livro tornou-se o credo de milhões de pessoas a partir do século dezenove. Hoje, ensina-se a evolução nas Escolas e Universidades como se essa teoria fosse uma verdade científica. Segundo Darwin o mundo é o produto de uma evolução de milhões e milhões de anos. Essa evolução é regida pela seleção das espécies, ou seja, a sobrevivência do mais apto. O supracitado livro de Darwin tem mais de oitocentos verbos no futuro do subjuntivo (suponhamos). Trata-se de um amontoado de suposições. O relato de Gênesis, porém, está de acordo com as descobertas da ciência. Somos seres programados geneticamente. Deus colocou em nós os códigos de vida. Podemos ver mutação de espécies, mas não transmutação. Você pode ter diversos tipos de cães, mas jamais verá um cachorro se transformando num leão. Você pode ter diversos tipos de macacos, mas jamais verá um macaco se transformando em homem. Está correto o enunciado: “A ciência corretamente analisada jamais entrará em contradição com a Bíblia corretamente interpretada, pois ambas têm o mesmo autor: Deus”. Reafirmamos, portanto, nossa fé: “No princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn 1.1).


Palavra da Vida / Blog Do Lucas
Compartilhe :
Comentários
6 Comentários

+ comentários + 6 comentários

3 de janeiro de 2012 14:00

Interessei muito pelo seu site . Visite o meu , vamos manter contato ? Podemos fazer parceria o que acha ? Entre lá e veja se compensa - www.balaiodanet.com

3 de janeiro de 2012 14:02

Interessei muito pelo seu site . Visite o meu , vamos manter contato ? Podemos fazer parceria o que acha ? Entre lá e veja se compensa - www.balaiodanet.com

11 de janeiro de 2012 17:49

Acho o cúmulo da ignorância, mediante o número de evidências científicas existentes, alguém crer que o mundo possui aproximadamente 15mil anos como seria de acordo com a Bíblia.

Anônimo
12 de janeiro de 2012 20:02

Jayy Be

1) As "evidências", realmente científicas, são contraditórias mas datações tidas como confiveis, geralmente por decaimento radioativo, apontam com se aterra tivesse algo em torno de 4 ou 5 bilhões de anos, no entanto, há muito o que se questionar ainda sobre o tema.

2) independente da idade ou do sistema de datação, a Bíblia não afirma que a terra tem 15, ou 10 mil anos. A interpretação literal da palavras do Gênessis é sempre o modo correto de entender, mas a palavra " YON" utilizada para "dia" em hebraico, é tambem utilizada para "tempo" em outros trechos da própria Bíblia.

marcílio leão

Anônimo
2 de abril de 2012 14:50

Bem rápido. Se Adão e Eva não tiveram nenhuma filha como se deu a procriação humana daí para frente ?

Anônimo
8 de abril de 2012 20:39

quem disse que Adao e Eva não tiveram filhas?antes da morte de Abel eles já tinham mais filhos. Esqueceu que eles viveram muitos anos?

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.

 
Copyright © 2012. Blog do Lucas ! - Todos Direitos Reservados
Design Lucas Porto