Teologo anuncia o “fim das denominações”

10 fevereiro 20111comentários



Estamos sendo testemunhas da morte das denominações cristãs nos EUA? Questionou-se recentemente Russel D. Moore, decano do Seminário Teológico Batista do Sul em Lousiville.
Um artigo recente do jornal Wall Street Journal, Moore assegurou que, de acordo com estudos realizados por organizações cristãs e seculares, estamos sendo sim.

Moore disse que cada vez menos Cristãos norte-americanos se identificam com uma denominação religiosa em particular, como os metodistas, batistas, presbiterianos e pentecostais e assegurou que cada vez mais os Cristãos escolhem uma Igreja não por pertencer a uma denominação concreta, senão baseando-se em questões mais práticas.

É fácil de encontrar o centro? Gosto eu da música? Existem grupos de apoio para aqueles que lutam com vícios? São alguns dos critérios enunciados.

Segundo Dean, esta tendência é uma extensão natural da experiência evangélica americana. Após a Segunda Guerra Mundial, a nova geração de evangélicos enfrentou as congregações que consideravam que lhes faltava vida espiritual. O povo pertencia a uma Igreja, mas parecia que dentro do templo que teve uma experiência que marcou sua vida.

Segundo a Pesquisa da Religião na Universidade de Baylor, as Igrejas não denominacionais representam hoje o segundo maior grupo dentro da faixa que compõem as Igrejas protestantes americanas e são também as que mais crescem.

Moore acredita que os reformadores querem voltar ao básico, para recuperar a centralidade de um relacionamento pessoal com Jesus, cumprindo o tema sempre presente no púlpito evangélico: “Ser membro de uma Igreja não faz de você um Cristão, da mesma forma que viver em uma garagem não faz de você um carro.”
Compartilhe :
Comentários
1 Comentários

+ comentários + 1 comentários

Anônimo
10 de fevereiro de 2011 18:31

eu acredito que daqui alguns anos, o povo de Deus vao se reunir em grupos familiares,pois os dirigentes de Igrejas não estão cumprindo a ordem exata de Cristo,antes transformaram as Igrejas em empresas e os membros em funcionários,reunem-se mais para tratar de causas materiais do que espirituais.pastores ganhando salários de empresários, andando em carros importados,enquanto as ovelas se quizer se alimentar, tem que buscar pasto em outro lugar, porque os mega pastores não tem nada pra oferecer,são cisternas rotas. se o apóstolo Paulo viesse hoje visitar as igrejas, ele ficaria escandalizado com o materialismo que se encontra a Igreja de Cristo, e o descaso com as ovelhas magras,porque ovelhas gordas são as preferidas dos pastores,dão mais lâ.A nossa esperança é justamente a volta de Cristo,que vai acabar com as farras dos falsos pastores. mas ainda bem que existem pastores que ainda fazem a verdadeira obra de Deus,não por mega salário, mas por amor a obra,sei que eles precisam de salários,mas tudo tem limite, enquanto tem pessoas dentro da igreja passando necessidade,esses mega pastores não estã nem aí.Jesus disse que a verdadeira religião era ajudar os orfãos e as viuvas nas suastribulações e guardar-se incontaminado do mal.Falei,falo e continuarei a falar. marilene.

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.

 
Copyright © 2012. Blog do Lucas ! - Todos Direitos Reservados
Design Lucas Porto