ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Deputado gay Jean Wyllys declara guerra aos cristãos e promove censura na internet


Uma das primeiras vítimas da campanha censória de combate ao cristianismo deflagrada por Jean Wyllys (PSOL/RJ) foi o usuário Carlos Vendramini, @crfvendramini

Deputado ex-BBB quer calar toda oposição aos projetos que defende. Deputado gay Jean Wyllys declara guerra aos cristãos e promove censura na internet

O recém-eleito deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), homossexual militante que conseguiu alguma notoriedade participando do programa Big Brother Brasil da Rede Globo, lançou, na semana passada, uma campanha de combate ao cristianismo.

Em sua página do Twitter, Jean publicou várias mensagens dizendo que cristãos são doentes, homofóbicos, preconceituosos, violentos, ignorantes e fanáticos, e que ele se dedicará ainda mais a eliminar a influência do cristianismo na sociedade. O deputado enfatizou que seu mandato tem como foco a defesa dos interesses da militância gay e o combate a seus “inimigos”.

O deputado, que é membro da Frente Parlamentar LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e travestis) no Congresso Nacional, aproveitou para convocar seus seguidores para se juntar a ele em sua guerra particular. Jean obteve respostas diversas: angariou o apoio previsível de seus seguidores militantes da causa gay, e provocou a reação de inúmeros outros usuários da rede social, indignados com as ofensas do parlamentar aos cristãos e com seus ataques à liberdade de expressão, religião e comunicação.

Jean promove uma campanha de censura a usuários do Twitter que são contrários às idéias que ele defende, como o “casamento” homossexual, as cartilhas de suposto combate à “homofobia” do MEC (mais conhecidas como Kit Gay) e o PLC 122/2006 (lei da mordaça gay), projeto de lei que pretende transformar em crime qualquer crítica ou oposição ao comportamento homossexual ou às pretensões do lobby gay.

Uma das primeiras vítimas da campanha censória de combate ao cristianismo deflagrada por Jean Wyllys foi o usuário Carlos Vendramini.

Valendo-se do direito que qualquer cidadão possui em uma democracia, Vendramini fez, no Twitter, críticas ao Kit Gay, ao PLC 122/06 e a outros projetos dos militantes gays e aos parlamentares que os apóiam, como Jean Wyllis, Marta Suplicy e Cristovam Buarque, dentre outros. Incomodado com as críticas, o deputado disse, em seu blog, que estava acionando advogados da Frente LGBT para censurar o perfil de Vendramini, que Jean imagina ser “membro fundamentalista de uma parcela conservadora da direita católica em São Paulo” (sic) e estar praticando “perseguição” a ele.

O perfil de Vendramini no Twitter, @crfvendramini, foi censurado na quinta-feira, 17/03/2011. Também sua página no Facebook foi eliminada, sem nenhuma justificativa, havendo a possibilidade de ter sido hackeada.

A censura imposta por Jean Wyllys a Carlos Vendramini provocou inúmeras reações no Twitter na sexta-feira, a maioria delas de repúdio à ação do deputado e em apoio ao usuário que teve seu perfil eliminado.

Alguns participantes do Twitter tentaram entrar em contato com Carlos Vendramini por e-mail, mas não obtiveram resposta, e se mostram preocupados com o que mais pode ter acontecido, já que ele vinha recebendo ameaças de ativistas gays que diziam estar “de olho” nele e em outros usuários que criticam os projetos e exigências da militância homossexual.


O Verbo
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

5 comentários

  1. Enquanto vivermos em um mundo em que a religião,que é baseada na fé e não na razão,continuar pregando sua intolerância sobre aqueles que fazem parte de uma minoria, sera preciso agir com pulso e determinação para acabar de vez com essa historia mal contada sobre a existência de deus, ja que a mesma historinha é eventualmente usada para disseminar a intolerância,o odio,e covardia. Se algum deus existe ele provavelmente esta pensando mais nas criancinhas morrendo de fome na africa do que bisbilhotando se alguem se relaciona com outra do mesmo sexo...

    ResponderExcluir
  2. Saibam que esse tão enfatizado 'ex-BBB' NA REALIDADE é jornalista formado, professor, escritor, um HOMEM letrado e de opinião, que soube contornar o preconceito mesmo dentro de um reality show mostrado pra toda uma nação. Não se julga alguem pelas suas preferências e sim pelo o seu caráter.

    ResponderExcluir
  3. pode ate ser inteligente,mas é filho do diabo.

    ResponderExcluir
  4. Nada contra o Deputado, mas ele deveria estar mais preocupado com as criancinhas morrendo de fome do que usando seu mandato para fazer censura contra a opinião de alguem. Este Lei da Homofobia pode nos apresentar surpresas como esta. Tudo o que mais odiamos é a censura e vindo de um deputado? Ai é demais para nós. Mas não se esqueçam os Cristãos que não devemos usar violência contra ninguem. Debatem, opinem mas com respeito!! abcs

    Giovan

    ResponderExcluir

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.