ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Especialistas crêem na África como futuro da Igreja


 Há uma esperança na África - um continente devastado por conflitos, pobreza e HIV / AIDS - porque Deus está trabalhando nesta terra, disse líderes cristãos africanos, na conferência Lausanne, que terminou neste domingo, 24.

    No último século, a Igreja Africana cresceu 3.000 por cento, disse Daniel Bourdanne, secretário-geral da Sociedade Internacional de Estudantes Evangélicos e vice-diretor internacional o movimento Lausanne, durante a sessão plenária ontem se focou na áfrica. Apesar da áfrica não ter dinheiro ou tecnologia, Bourdanne disse, os africanos podem comemorar porque a graça de Deus foi derramada sobre o continente.

    "Isso (o crescimento da Igreja através do Espírito Santo) é mais do que tecnologia, mais do que dinheiro, mais do que qualquer coisa que possamos ter," declarou o líder Africano de Chade, recebendo aplausos dos 4.000 participantes de Lausanne III.

    Os líderes cristãos de mais de 190 países estão reunidos na Cidade do Cabo, áfrica do Sul, o Terceiro Congresso Lausanne sobre Evangelização Mundial. Embora todas as três conferências Lausanne concentraram-se em compartilhar o Evangelho em todo o mundo, esta conferência também abordar uma ampla gama de problemas globais para a Igreja, tais como o pluralismo, a globalização, o HIV / SIDA, e evangelho da prosperidade.

    Na sexta-feira, 22, o tema do Congresso Lausanne durante todo o dia foi de prioridades. Durante a sessão da manhã, Paulo Eshleman, fundador do Projeto The Jesus Film, falou sobre a prioridade em compartilhar o Evangelho até os confins da terra e da necessidade de traduzir a Bíblia para as línguas dos grupos de pessoas.

    "O fato de que exista ainda hoje grupos pessoas que não têm missionários, nenhuma Igreja, e ninguém sequer que pretenda ir, é errado. é absolutamente errado," disse Eshleman. "Minha pergunta para nós é por quanto tempo vamos esperar?"

    Na sessão da noite, o Rev. Gideon Para-Mallam da Nigéria, o vice-diretor internacional para a áfrica de fala portuguesa, inglesa e espanhola, disse a líderes cristãos ocidentais na conferência para levantarem e aplaudirem os africanos pelos sacrifícios dos missionários ocidentais de levarem o Evangelho para o continente.

    "Como resultado de sua obediência, Deus tem estado a trabalhar na áfrica," disse Pará, Mallam. "A áfrica moveu-se de um continente de recebimento missionário, em 1910 para agora [em] 2010, um continente de envio missionário. Missionários estarão deixando a áfrica para a Europa, da áfrica para os Estados Unidos da América, da áfrica para todo o mundo."

"A Igreja na áfrica é a Igreja do futuro," declarou ele.
« ANTERIOR
PRÓXIMA »

Nenhum comentário

Postar um comentário

Sua colaboração e participação e FUNDAMENTAL para nosso trabalho!

Não deixe de COMENTAR!

Mas peço a compreensão de TODOS quanto às palavras a serem CITADAS e não utilizar como divulgação de outros Links redirecionando para páginas inadequadas caso contrário será arquivada como SPAM.

Recomendações de Blog's e outras páginas podem ser envidas para nosso e-mail: contato@blogdolucas.com

D'us esteja com você.